Gilberto Stone

Textos

DOIS VELHINHOS
Dois velhinhos
De mãos-dadas
Vão seguindo seu caminho
Já não sentem mais desejos
Há no entanto mais ternura
Tão visíveis nos seus beijos
Não temem o fim da viagem
Porque levam muito amor
Guardados na sua bagagem
Gilberto Stone
Enviado por Gilberto Stone em 24/04/2014


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras