Gilberto Stone

Textos

QUANDO SÓ É PRECISO UM BOM DIA
Era véspera de Ano Novo.
Enquanto esperava para atravessar uma perimetral percebi que um gari e seu carrinho coletor de lixo estava ao meu lado.
Ele logo puxou assunto comigo discorrendo sobre o perigo em atravessar a avenida devido ao intenso fluxo de carros e a velocidade que os motoristas imprimiam aos veículos. Concordei com ele e me despedi lhe desejando um feliz ano novo, embora não acreditando muito no que dizia. Porém logo que me afastei ele me chamou e me pediu uns trocados pra tomar um “refri.” Dei uns trocados a ele e segui meu caminho.
No trajeto percebi que havia um colega dele me olhando. Pensei que este também iria me abordar pra pedir dinheiro mas ele simplesmente sorriu e correspondeu ao cumprimento. Pensei desejar a ele um feliz ano novo mas considerei que seria uma hipocrisia. Fiquei entre a solidariedade e a insegurança. Talvez ele só necessitasse de um sorriso e um bom dia  pra que não se sentisse tão invisível.
Gilberto Stone
Enviado por Gilberto Stone em 27/12/2019
Alterado em 02/01/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras